•  Sapataria Lago Azul
    Sapataria Lago Azul

    Qualidade assegurada!

  •  Não as Drogas
    Não as Drogas
  • Velo Clube
    Velo Clube

    Arena do Velo Clube é show !!

  • Sindicato dos Rodoviários de Rio Claro
    Sindicato dos Rodoviários de Rio Claro

    Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Rio Claro

  • Drogaria M-23 Cervezão
    Drogaria M-23 Cervezão

    Drogaria M-23 no Cervezão!

  • Pizza Game
    Pizza Game

    Pizza Game a + Gostosa.....3533.9691 / 995727395

  • Pucci Sucos e Salgados
    Pucci Sucos e Salgados

    Pucci Sucos e Salgados Rio Claro!

  • Barbearia Alves
    Barbearia Alves

    Rua 8A n.2580  Yuri  987106501

  • Bar e Lanchonete Esquenta, Cervezão
    Bar e Lanchonete Esquenta, Cervezão

    Bar e Lanchonete Esquenta, Cervezão!

  • Fisioclínica
    Fisioclínica

    Fone 3523.2710

  • Fisioclínica
    Fisioclínica

    Essa eu indico !!

  • Fisioclínica
    Fisioclínica

    (19)3523.2710

  • JR Chaveiro e Acessórios Automotivos
    JR Chaveiro e Acessórios Automotivos

    JR Chaveiro e Acessórios Automotivos!

lagoAzulBanner
nk foto2pisos nice2

Acessos: 1105

giva_santosA garotada do Santos F.C. voltou a fazer bonito, conquisa na 2ª vez o título da Copa São Paulo.

Embalado por Neilton, o "clone" de Neymar”, com os gols do artilheiro Giva, a qualidade do meia Léo Cittadini, de Rio Claro, a segurança dos zagueiros Wallace e Jubal e as ótimas defesas de Gabriel Gasparotto, o Peixe fez 3 a 1 no Goiás e venceu a competição de forma invicta. De um camarote no Pacaembu, Neymar curtiu tudo. Nos minutos finais, desceu ao gramado para participar da festa na sexta-feira.

Na fase de grupos, os santistas conquistaram duas vitórias e um empate. Já na segunda fase, o Peixe passou por Náutico (5 a 1). Nas oitavas e quartas de final, a equipe se classificou nos pênaltis. Vagas conquistadas diante do Grêmio Osasco-SP (1 a 1 no tempo normal e 4 a 3 nas penalidades) e Audax-SP (1 a 1 nos 90 minutos e 4 a 3 nas penalidades). Na semifinal, em noite inspirada de Neilton, o Peixe venceu o rival Palmeiras por 3 a 2.

O Peixe voltou a ser campeão da Copinha depois de 29 anos. A última conquista foi em 1984.

A atuação e os três gols na semifinal diante do Palmeiras credenciaram Neilton, que era reserva, para o time titular do Santos na decisão diante do Goiás. Com o "clone" de Neymar ao lado de Giva no ataque, o Peixe dominou grande parte do primeiro tempo. Com um toque de bola envolvente, mesclando a cadência de Léo Cittadini e os passes mais rápidos de Pedro Castro, o Alvinegro criou lances de perigo desde o início.

O único problema para a equipe da Vila Belmiro era acertar o último passe. Por mais que não encontrassem dificuldades para chegar à área do Goiás, os santistas tiveram poucas chances claras de concluir as jogadas no início. Os lances mais agudos surgiram de arremates de longe. Mesmo assim, o goleiro alviverde Paulo Henrique quase não teve trabalho até o metade do primeiro tempo.

Do outro lado, o Goiás praticamente não jogou. Visivelmente nervoso, o Esmeraldino não conseguia ficar com a bola nos pés. Nos poucos momentos em que teve a posse, os passes errados atrapalharam o time na tentativa de crescer na partida.

Mesmo em um momento mais equilibrado da partida, quando o Goiás, começava a se assentar, o Peixe marcou dois gols em dois minutos. O primeiro saiu após cobrança de pênalti de Pedro Castro, ao 35 minutos. Allef derrubou Emerson dentro da área e o árbitro assinalou a infração. Ainda sob o baque do primeiro gol, o Goiás levou o segundo. Aos 37, Felipe errou na saída de bola e deu o contra-ataque para Neilton, que invadiu a área e mandar por cobertura. Lance digno de Neymar, que assistia à partida em um camarote no Pacaembu.

Depois do gol, o Goiás seguiu animado e adiantou ainda mais a marcação, algo que não fez ao longo de toda a primeira etapa. Em cima do Peixe, a equipe de Goiânia perdeu a oportunidade de igualar o placar ainda aos 8 minutos. Wallace derrubou Erik na grande área e o árbitro Leonardo Ferreira Limar marcou a penalidade. Liniker, porém, bateu para fora.

Depois da chance desperdiçada pelo Goiás, o Santos deixou a partida novamente equilibrada. O abatimento dos esmeraldinos ficou claro, e o Peixe se aproveitou. Novamente com os lances rápidos, a equipe da Vila Belmiro passou a ficar mais tempo no campo de ataque. Após boa tabela com Neilton, Giva invadiu a área e não teve dificuldades para bater na saída do goleiro: 3 a 1 para o Alvinegro, aos 17 minutos.

Após o gol, foi a vez de o Peixe recuar. Erik e Paulo deram trabalho para Gabriel Gasparotto, que teve de trabalhar. Mas depois de oportunidades desperdiçadas pelo Goias, a partida voltou ao normal para o Santos. Com o jogo e o adversário sob controle, o Santos passou a cadenciar o jogo, esperando o tempo passar até o apito final e a festa pela conquista.

O Goiás voltou melhor à segunda etapa. Uma alteração do técnico Augusto César surtiu efeito logo aos três minutos. Arthur, que entrou no lugar de Allef no intervalo, diminuiu o placar. O meia recebeu na entrada da grande área, ajeitou pela direita e chutou cruzado sem dar chance para Gabriel Gasparotto. Foto e fonte: site da Globo

 

Visitas

Ver quantos acessos teve os artigos
2581340

banner tuboparts